sábado, 14 de maio de 2011

Seria fácil culpá-lo por todos os meus fracassos escolares, pela minha falta de atenção ás aulas, pelas constantes discussões com os professores. Fácil e, acredito, uma fuga. Ele não pode ser visto como a grande e definitiva desculpa para os meus defeitos de caráter. Aceitar essa explicação seria negar minha personalidade, meu próprio comportamento. Sou completamente capaz de entrar nas minhas próprias encrencas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário