sexta-feira, 25 de março de 2011

Ӈouve algum detalhe, do seu dia-a-dia, que lhe fez se lembrar de uma situação do passado? E mesmo não sendo considerável, o passado lhe coube melhor? E tantas vezes que adiastes teus planos para contemplar vitórias remotas? Olhar para o futuro e ansiar pelo passado se tornaram mais atraentes do que se fosse o contrário… Buscar por aquilo que já descobristes ontem é mais agradável, e lhe priva de novas descobertas… Tudo muda, e muita das vezes não é para melhor. E isso lhe causa uma tremenda sensação de decadência, de tudo que há ao seu redor, e de si mesma. Até o amanhecer mais revigorante não surte efeito. O brilho das estrelas perde seu valor… Você não se encontra mais no espelho. […] Mas, muito que brevemente, teu presente virará passado, no próximo minuto, e se juntará a algo intocável, impossível de se fazer voltar, milimetricamente de maneira exata… O mundo dá voltas, e as chances dele parar em um lugar já conhecido, são as mesmas dele parar num lugar melhor, ou nem sair do lugar.



“Quem regride ao passado não se estabiliza no
presente, e não progredirá ao futuro.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário